Em gestão corrente ...como o País...

Abril 05 2008

    

   No culminar de uma longa e diversificada carreira como principal tractor do aparelho do PS, Jorge Coelho, esse prestigiado  e experiente empresário e gestor de empresas, vai ser nomeado como Presidente da construtora Mota-Engil , pelo que, alegando falta de tempo, vai deixar de fazer propaganda semanal ao governo e a José Sócrates na "Quadratura do Círculo" (SIC-Noticias , 4ªs à noite).

   Para o seu lugar avança António Costa, outro experiente publicitário do José Sócrates, actualmente Presidente da Câmara de Lisboa.

   A Câmara de Lisboa será tão fácil de dirigir que ao seu Presidente sobra o tempo?

   Haja Deus!

   

 



Julho 17 2007

    

   O grande vencedor: a abstenção - 62%.

   Se alguém pensava que os eleitores são tontos, desengane-se; perante o circo dos últimos 2 anos e face àqueles candidatos os alfacinhas fizeram o que tinham a fazer: alhearam-se e deixaram-nos a falar sózinhos!

   

   O grande derrotado: o PSD de Marques Mendes e de Paula Teixeira da Cruz.

   Incapaz de convencer e mobilizar alguém com perfil credível e ganhador, utilizou o que estava à mão: um magistrado prestigiado mas um homem de gabinete, sem experiência politica relevante, sem conhecimento dos problemas da cidade e sem tempo para se preparar e estudar os dossiers (foi patética a constante troca de siglas e o desconhecimento do que elas significavam); fica a simpatia pela pessoa que não merecia ficar associada à maior derrota eleitoral do PSD nos mais de 30 anos de regime democrático!

      

   A grande implosão: o PP de Paulo Portas que obteve um resultado eleitoral semelhante ao do seu ex-amigo Manuel Monteiro, esse títere que ele utilizou, há anos para se apoderar do CDS e transformá-lo na ninharia politica que hoje é.

    

   O folclore do costume: a rigida solidez do PC e dos seus 2 vereadores e o circo do BE, agora designado pelo Grão-Mestre do Trotsquismo como "socialistas de esquerda".

     

   A grande desilusão: António Costa e o PS.

   Vice-Primeiro Ministro de um governo de maioria absoluta, putativo candidato à liderança post-socrática, cultivando a aparência de quem tem os dossiers estudados e sob controlo, não conseguiu apresentar uma única ideia, quedando-se no folclore dos passeios de bicicleta e para tudo respondia com cândida inocência que faria um jardim! Até do aeroporto da Portela!!!

    

 


 


Maio 22 2007

     

      Jorge Sampaio, ex-Presidente da República, ex-Presidente da Câmara de Lisboa e ex-Secretário Geral do PS (entre 2 viagens ao mundo para salvação dos tuberculosos) com aquele ar de bom rapaz dos anos sessenta (make love, not war - a caminho de S. Francisco com flores no cabelo) apelou ao voto em massa no candidato do PS para as intercalares do municipio de Lisboa.

      O grande argumento utilizado é que as eleições se destinam apenas ao executivo camarário, não estando em causa o Governo.

      Para além deste argumento pressupôr bastante medo sobre o sentimento popular em relação à actividade governativa, constitui uma autêntica mistificação politica em que, aliás, o PS e Jorge Sampaio sempre foram mestres.

       Assim:

  1. O candidato PS, Dr. António Costa, não é (era) a 2ª figura do governo José Sócrates?
  2. António Costa não é o principal co-responsável pela subida impiedosa de todos os impostos? Pela maior taxa de desemprego nos últimos 20 anos? Pela brutal baixa de poder de compra da população? Pela maior distanciação do país em relação ao desenvolvimento médio da Europa?
  3. António Costa não é o principal responsável pela expoliação financeira das autarquias?
  4. António Costa não foi Ministro (e dos principais!) do descalabro guterrista que levou o país a uma situação pantanosa (palavras do próprio Guterres ao fugir para uma gaiola dourada, fazendo, aliás, escola no seu seguidor)?
  5. António Costa, enquanto Ministro da Justiça do consulado Guterres, não foi um dos principais responsáveis pelo descalabro da justiça portuguesa, hoje geralmente considerado o mais ineficiente serviço público do Estado Português?
  6. António Costa, enquanto membro do governo Guterres e apoiante de João Soares, não é um dos principais responsáveis pela divida da Câmara de Lisboa, que tem como principal origem a herança da Expo e a administração soarista?

      Então e o nosso bonacheirão Jorge Sampaio quer apresentar o Dr. António Costa como uma virginal água bacteriologicamente pura?

      E pensa que os eleitores alfacinhas andam a dormir?

      "Olhe que não", Dr. Jorge Sampaio!

    

 


 


mais sobre mim
Fevereiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28


links
pesquisar
 
blogs SAPO