Em gestão corrente ...como o País...

Março 18 2007

 

 

"Anta" junto à capela dos passos do calvário (Largo da Deveza)

 


 

 

emgestaocorrente às 18:50

Março 18 2007

               

Vê como o verão

súbitamente se faz água no teu peito,

                  

e a noite se faz barco,

      

e minha mão marinheiro.

       

Eugénio de Andrade

in "Obscuro dominio"

            

 


 

emgestaocorrente às 18:44

Março 18 2007

 

 

 


 

emgestaocorrente às 17:09

Março 18 2007

            

II

Cantas. E fica a vida suspensa.

É como se um rio cantasse:

em redor é tudo teu;

mas quando cessa o teu canto

o silêncio é todo meu.

       

Eugénio de Andrade

in "As mãos e os frutos"

 


emgestaocorrente às 17:00

mais sobre mim
Março 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
16

23
24

25
28
29
30
31


links
pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO