Em gestão corrente ...como o País...

Janeiro 21 2007

 

      Segundo a OCDE, a Espanha, que já vai no 3º ano consecutivo de excedente orçamental, irá reduzir a divida pública de 50 para 35% do PIB, entre 2005 e 2010.

      Portugal, que mantém  enormes deficits orçamentais (o Tribunal de Contas não consegue determinar com precisão), pelo contrário, vai aumentá-la de 72 para 75% do PIB no mesmo período de tempo!

      Portugal será, mesmo, entre os 13 países do euro e naquele período de tempo, o único que continuará a aumentar a divida pública, expressa em percentagem do PIB.

      Mas será que o Primeiro Ministro José Sócrates , um pouco à semelhança do que Manuela Ferreira Leite fez para a Direcção-Geral de Contribuições e Impostos (com os resultados conhecidos), não poderá contratar um Ministro das Finanças espanhol, mesmo pagando as remunerações que por lá se praticam?

      Portugal e os portugueses agradeceriam!

      (1ª publicação a 7/1/07)

 

emgestaocorrente às 09:51

mais sobre mim
Janeiro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

26
27

31


links
pesquisar
 
WEBOSCPE
Colocado a 1/10/2008
subscrever feeds
blogs SAPO