Em gestão corrente ...como o País...

Novembro 19 2007

    

LVII

  

Quando menos vestida

mais intenso o brilho

das jóias da sedutora.

  

LIX

  

A sedução é uma planta carnívora.

Não há memória de sedutoras vegetarianas.

  

LXI

  

A sedutora pode tornar-se perigosa

quando se deixa seduzir.

  

LXIX

  

Ai da sedução que não é uma arte!

Ai da arte que não é uma sedução!

        

      

David Mourão-Ferreira, in

"Jogo de Espelhos", 2º ed., 2001, Ed. Presença


emgestaocorrente às 21:49

Novembro 18 2007

     

XLVI

  

Nem todos os desportos se adequam

ao corpo da sedutora. Dos que possam

fazê-la transpirar, apenas a equitação.

  

XLVIII

 

Mais vale uma sedutora a voar

que duas seduzidas na mão.

  

L

  

Quando casada com tecnocrata

é que por vezes a sedutora,

fora do lar, melhor revela a exuberância

da sedução e os limites da tecnocracia.

  

David Mouão-Ferreira, in

"Jogo de Espelhos", Ed. Presença, 2ª ed., 2001


emgestaocorrente às 21:31

Novembro 14 2007

     

XLI

   

Nos pulsos, nos joelhos,

nos tornozelos, instalam-se, por vezes,

as mais secretas sedes de sedução.

Daí irradiam, abrindo sucursais

em outras zonas.

  

XLII

  

Tem fugidias pernas a sedutora;

evanescentes coxas; assombrado ventre;

atónitos seios; evasivos ombros.

Mesmo quando, fisicamente,

seja o contrário de tudo isto. 

  

XLIII

 

Das improvisações da sedução

é que é preciso ter medo: não de quando

ela declama um papel já decorado.

 

David Mourão-Ferreira, in

"Jogo de Espelhos", Ed. Presença


 

emgestaocorrente às 18:00

Novembro 12 2007

    

XXXII

  

Não há como a sedutora

para transformar o desejo

num desfiladeiro por onde se rola,

com os olhos postos no Sol.

  

XXXVI

 

Não nos factos que narra,

antes nas inflexões

com que os vai sugerindo,

é que a sedutora coloca

toda a sua sedução.

 

XL

 

Impossível conceber a sedutora

sem um longo pescoço flexível, de sedutora.

    

  

David Mourão-Ferreira, in

"Jogo de Espelhos", Ed. Presença, 2º ed. 2001 (1ª: 1993)

 


 

emgestaocorrente às 19:23

Novembro 11 2007

  

XXIV

 

Roupa íntima da sedutora:

ou negra, ou branca, ou nenhuma.

  

XXV

 

A sedução nada tem a ver

com raça nem com classes:

só com raça; só com classe.

 

XXIX

  

A sedutora só deixa para amanhã

o que pode mas não quer fazer hoje.

                 

 

David Mourão-Ferreira, in

"Jogo de Espelhos", Ed. Presença


emgestaocorrente às 10:21

Novembro 10 2007

    

XVII

  

Nada mais fatal à sedução

que o exagero da sedução.

  

XIX

  

Sedentas, as sedutoras?

Muito mais as não sedutoras;

e as não seduzidas.

 

XX

  

Sublime e gloriosa é a sedução

quando alcança todo o seu esplendor

num céu carregado de nuvens.

   

  

Davd Mourão-Ferreira, in

"Jogo de Espelhos", Ed. Presença,


emgestaocorrente às 21:41

Novembro 08 2007

    

XII 

  

Não é a tempo inteiro

que se exerce a sedução. Nem em part-time.

Vá lá saber-se como, quando,como.

    

XV

   

Nem toda a que seduz

é oiro.

  

XVI

 

Sedutora ausente,

sedução para sempre.

  

David Mourão-Ferreira, in

Jogo de Espelhos, Ed. Presença, 2001


emgestaocorrente às 20:02

Novembro 07 2007

I

  

A sedução

é um dom: como o da poesia.

Também tem muito a ver com a música.

A pintura e a própria escultura vêm depois.

  

II

  

A deusa da sedução?

Não só Afrodite.

Todas as mais dão a sua ajuda.

   

IX

   

Não olha a meios a sedução:

mesmo para alcançar nenhuns fins.

  

  

David Mourão-Ferreira, in

"Jogo de Espelhos", Ed. Presença, 2001


 

  

emgestaocorrente às 18:04

mais sobre mim
Fevereiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28


links
pesquisar
 
WEBOSCPE
Colocado a 1/10/2008
blogs SAPO