Em gestão corrente ...como o País...

Fevereiro 02 2009

     

  Meia dúzia de titulos tirados ao acaso, na comunicação social de hoje, dão-nos bem  ideia do estado a que o nosso país chegou após os últimos 13 anos de desgoverno (dos quais 10 foram do PS).

  Universidades que encerram, intermitentemente, para poupar dinheiro; delinquentes já aos 10 anos; clientes que pedem preços e saldos às prostitutas (até esta "actividade" está em crise!); assaltos à mão armada por todo o país e constantemente; mulheres a conduzir quase em coma alcoólico; milhares de desempregados (500.000?) e milhares de "ainda" empregados, mas que não recebem salários; reuniões de emergência para fazer face à subida constante dos assaltos a casas; "doutoramentos" (!!!) comprados  na net (atenção "Eng.º" Sócrates, já pode comprar um doutoramento para juntar à sua "licenciatura" dominical!) e, finalmente, mais violência mais violência!!!

   Ora tomem e orgulhem-se do nosso país!

 

crise financeira 

Para poupar Universidade do Minho encerrou duas semanas

<input ... >Hoje às 11:31

A reitoria da Universidade do Minho encerrou durante 15 dias, nas semanas do Natal e do Ano Novo, mantendo a funcionar apenas os serviços imprescindíveis. O pró-reitor, João Monteiro, afirma que a poupança foi significativa, mas sublinha que não é um bom sinal.

 

("TSF" de hoje)

 

 

Faro: Professora agredida à dentada por aluno de 10 anos


Um aluno, com 10 anos, do 5º ano de uma escola em Faro agrediu à dentada uma professora, um caso que envolveu a polícia e do qual a docente pretende apresentar queixa nos próximos dias, disse a própria à Lusa.

 

("Diário Digital" de hoje)

 

 

 

02 Fevereiro 2009 - 00h30
Prostituição: Custos elevados em casas levam mulheres para a rua

Clientes querem sexo mais barato

É uma actividade como tantas outras e está igualmente a sofrer com a crise financeira. As dificuldades no negócio do sexo no Algarve estão a levar dezenas de prostitutas para as estradas, com destaque para a EN125 – a principal via da região turística – onde cerca de 20 mulheres estão a oferecer serviços sexuais.
 

Os números, ao que o CM conseguiu apurar, são bastante reveladores e apontam para a quase duplicação das mulheres a escolherem as estradas para ganhar a vida a vender o corpo. A razão é simples: "Os clientes querem sexo cada vez mais barato e trabalharem em apartamentos começa a custar muito dinheiro", justificou Daniela ao CM, uma estrangeira ligada ao negócio do sexo em apartamentos da região.

Segundo dados apurados pelo nosso jornal através do MAPS – Movimento de Apoio à Problemática da Sida –, há neste momento nas ruas da região cerca de 150 mulheres a prostituir-se. Portimão, Quarteira, Olhão e, recentemente, ao longo da EN125 são as zonas preferidas para o negócio. Em 2007 o número não chegava a 80 mulheres, o que significa que quase duplicou durante o ano de 2008.

("Correio da Manhã" de hoje

 

 

02 Fevereiro 2009 - 00h30
Há cerca de uma semana, o mesmo posto de abastecimento de combustíveis tinha sido roubado por dupla de encapuzados

Assalto armado a bombas

As bombas da Petro-Reiros em Vandoma, Paredes, foram anteontem assaltadas por uma dupla de encapuzados armados de pistolas cerca de uma semana depois do último assalto. Aquela estação de serviço já foi alvo de três roubos em pouco mais de um mês.

 

("Correio da Manhã" de hoje)

 

 

02 Fevereiro 2009 - 00h30
Detida pela GNR em Canelas, Vila Nova de GaiaCondutora apanhada com 3,35 g/l de álcool

 

Uma mulher de 42 anos foi apanhada na madrugada de ontem pela GNR a conduzir com 3,35 g/l de álcool no sangue, quando circulava na freguesia de Lagarteira, Canelas, Vila Nova de Gaia.

 

("Correio da Manhã" de hoje)

 

Três mil trabalhadores com salários em atraso

   

 

Crise. Muitas empresas ainda não pagaram subsídio de Natal

Mais de três mil trabalhadores, empregados em 60 empresas de todo o País, tinham, em Janeiro, os seus salários em atraso, a maioria dos quais referentes ao mês de Dezembro e ao subsídio de Natal.

As empresas das indústrias química, metalúrgica, têxtil, vidreira, do calçado, corticeira, da construção civil e eléctricas estão no topo da lista das empresas em falta.
 
'Homejacking' provoca reunião de emergência


VALENTINA MARCELINO
 
Insegurança. O Gabinete Coordenador de Segurança esteve reunido de emergência para definir estratégias de combate aos assaltos violentos a residências. A reunião aconteceu na quinta-feira, após as forças de segurança reconhecerem que este crime aumentou, sobretudo no Grande Porto e Algarve
 
Teses de doutoramento à venda por 50 mil euros


CARLA AGUIAR
 
 
Ensino Superior. A massificação dos doutoramentos, que triplicaram em dez anos, abriu a porta ao negócio e à falsificação. Vendem-se teses por milhares de euros e alguns são plágios. Só pontualmente é que os professores dão conta de que se trata de cópias, facilitadas pelas bases de dados na Internet

("Diário de Notícias" de hoje)

 

 

Homem baleado

Assalto violento em Gaia

 

Três homens encapuzados e armados assaltaram esta segunda-feira o gerente do Intermarché de Avintes, Gaia, baleando o responsável e roubando cerca de 30 mil euros.

     


 


Outubro 23 2008

   

   Sócrates  e os seus publicitários todos os dias nos anunciam novas maravilhas e milagres que o seu governo oferece ao país.

   A verdade é que do seu governo resultou uma estagnação económica, um aumento da inflação, mais desemprego, maior défice do comércio externo, maior endividamento do país, das empresas e das famílias, aumento da despesa pública à custa da despesa corrente e da diminuição do investimento, maior carga fiscal e menor rendimento dos cidadãos!

   Parabéns Universidade Independente!

 

   

 

2004
2008
Crescimento Económico
1,5%
0,8%
Inflação
2,5%
2,9%
Desemprego
6,7%
7,6%
 
Défice Externo
6,1%
do PIB
10,6%
do PIB
Endividamento do País
64%
100%
Despesa Pública Total
46,4%
47,8%
Despesa Corrente
42%
44,3%
Despesa Corrente Primária
39,3%
40,9%
Dívida Pública
58,3%
64%
Carga Fiscal
34,2%
37,5%
 
Rendimento por Habitante
74,7%
da média europeia
73,3%

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 


Setembro 17 2008

   

   Nos últimos 2 meses o preço do barril de petróleo, no mercado internacional, baixou 40%.

   Em Portugal os produtos petrolíferos baixaram 4%!!!

   Ó da guarda que alguém me está a roubar!!!

     


 


Dezembro 03 2007

 

            

   Em 2005, durante a campanha eleitoral para as últimas legislativas, o então Eng.º José Sócrates bradava aos céus que a taxa de desemprego que se verificava na altura (7%) era o espelho da incompetência do governo anterior e a falência da sua politica.

   Quem não se lembra do ar de salvador da pátria com que o Eng.º prometia 150.000 novos empregos se o povo lhe desse o voto?

   O povo deu-lhe o voto e com maioria absoluta!

   Hoje mesmo, o Eurostat (o organismo estatístico da União Europeia) noticia que o desemprego, em Portugal, atingiu novo máximo histórico - 8,5%!

   Este valor representa um aumento de 0,7 em relação ao mesmo mês do ano anterior, o maior valor de toda a zona euro e uma evolução contrária à da média europeia, em que o desemprego tem diminuído!

   E perante esta catástrofe nacional o que diz o Ministro do Trabalho? Nada, porque não está disponível ... E o Ministro das Finanças? Que não sabe de nada (deve ter a cabeça enterrada na areia) ... E o Ministro da Economia? Que esteve numa reunião e que não sabe de nada (devia estar na China a oferecer mão de obra barata ao Partido Comunista Chinês) ... e o agora Primeiro Ministro, "Eng.º" Porreiro Pá? Não se sabe porque não está disponível ...

   Haja Deus que nos livre desta gente!


 

  

  


Novembro 13 2007

   

   O Diário de Noticias de hoje publica uma noticia em que dá conta de mais uma importante decisão do Ministro da Justiça com vista a acelerar as decisões judiciais que, como sabe, frequentemente se arrastam anos e anos..

   Com efeito, o Senhor Ministro decidiu equipar o seu staf com mais 5 (cinco!) potentes viaturas automóveis, sem concurso público e, aparentemente, sem obter a aprovação do M. das Finanças.

   Parece que as viaturas a substituir eram muito antigas, com 3 ou 4 anos...!

   E quando o País já pensava que se tinha visto livre deste senhor, pois, aparentemente, estava de férias há mais de 1 ano, após o célebre episódio em que Juízes e Delegados ignoraram o seu novo mapa de férias judiciais, eis que o senhor reaparece em todo o seu esplendor socialista...

   Parabéns senhor Ministro! Assim se reconhecem os portugueses de gema, capazes de descobrir novas viaturas para o mundo, fazendo progredir a Pátria, pelo menos na velocidade com que o senhor e os seus amigos percorrem as estradas de Portugal!

   Haja Deus!

   (E ainda faltam 2 anos para as próximas eleições... safa!)

  


emgestaocorrente às 22:23

Junho 19 2007

         

      Segundo um relatório da Comissão Europeia ontem divulgado e hoje citado no Diário de Noticias, o salário mínimo português é de 546 €, o espanhol é de 725 €, o francês é de 1.150 € e o luxemburguês é de 1.503 € !!!

      Estes valores estão expressos em PPC (Paridades de Poder de Compra), ou seja o que cada salário nominal pode, na realidade, comprar num certo cabaz de compras pré-determinado.

      Nota: o Luxemburgo é um pequeno país interior, sem acesso ao mar, sem riquezas naturais e em que cerca de 1/3 da população é composta por emigrantes portugueses!

      Então o nosso problema é a falta de riquezas naturais? É a nossa diminuta dimensão? É a nossa mão de obra?

      Evidentemente que não e aí está o Luxemburgo a prová-lo!

     



Abril 19 2007

           

      O Boletim Económico da Primavera do Banco de Portugal, publicado na 3ª feira menciona um novo record para as receitas fiscais em Portugal.

      Com efeito a receita fiscal atingiu 37% da riqueza produzida no país, medida pelo PIB (Produto Interno Bruto).

      De 2005 para 2006 a receita fiscal aumentou 6,1%.

             

      Se você não é socialista, não foi nomeado para nenhum job, não tirou cursos universitários ao domingo com trabalhos de 1 página A4 e não tem terrenos na Ota, as minhas condolências!

     


 


Março 15 2007

                  

      O suplemento económico do Sol desta semana publica o título acima transcrito, juntamente com a seguinte informação:

  1. EDP: 940 milhões de € de lucro em 2006;
  2. PT: 867 milhões de € de lucro em 2006;
  3. BCP: 780 milhões de € de lucro em 2006.

      Das top 5 (EDP. Portugal Telecom, BCP, Galp e Caixa Geral de Depósitos) apenas a EDP teve uma baixa de lucros em 2006 (-12% que em 2005).

      Mesmo assim,  a subida de lucro do conjunto das top 5 foi de 9,6%!

      Sem a EDP, a subida global de lucro das outras 4 cifrou-se em  18,5%!

      Entretanto, o PIB nacional aumentou apenas 1,3%, o desemprego bate recordes em 20 anos (já vai em 8%! - quem se lembra dos 150.000 novos postos de trabalho prometidos pelo engº?), os trabalhadores viram o seu salário real reduzido e os funcionários públicos "aumentaram" o seu salário em 1,5% (logo anulado pelo aumento dos descontos, pela diminuiçao das comparticipações e por uma inflação de pelo menos 3%).

      Repare-se que das top 5, 2 nada produzem - são apenas capital financeiro - e as outras 3 ocupam posições monopolistas no mercado.

      O conjunto das top 5 constitui a grande plataforma giratória de menbros de e para o governo.

      Aposto que as dezenas de governantes que serão corridos pelo povo português nas próximas eleições, terão reservado já lugar nas administrações e assessorias destes 5 gigantes dos lucros.

      Por essas e por outras é que o governo, às escondidas, fez os possíveis para que a OPA sobre a PT não tivesse êxito.

      Finalmente: lembram-se de um obscuro e risível ajudante do inefável Manuel Pinho ir à TV, com ar de poucos amigos chamar caloteiros aos consumidores portugueses por terem divídas à EDP? Com lucros de 940 mlhões de € ... francamente!

      E viava o "xoxialismo"!

       

 



Fevereiro 28 2007

                

  • As receitas totais do Estado em 2006 cresceram 8,3% relativamente a 2005 (1,75 superiores ao orçamentado).
  • O IVA cresceu 6,2% mas foi inferior em 1,5% relativamente ao orçamentado, apesar da subida da taxa de 19 para 21%.
  • Se tivesse sido uniforme a maior eficácia da máquina fiscal e atendendo a que o PIB cresceu mais que o previsto, seria de esperara uma muito maior subida do IVA.
  • O Estado gastou mais 2,4% que em 2005 (corresponde a uma manutenção em termos reais).
  • Todavia as despesas correntes aumentaram não só em termos reais como em relação ao previsto no orçamento.
  • Em contrapartida, o investimento público teve uma redução brutal de 7,4% (!) com os efeitos negativos correspondentes no crescimento da economia.
  • O Ministro das Finanças (e José Sócrates!) estão muito satisfeitos  com um défice orçamental abaixo dos 4,6 do PIB! 

Mas atenção:

  1. O défice diminui à custa de mais e maiores impostos (cada vez sacam mais do seu bolso);
  2. O "monstro" cada vez gasta mais;
  3. O investimento público cada vez é menor (mas mesmo assim não desistem dos elefantes brancos - Ota e TVG).

Nota:

       Os elementos mencionados foram retirados do texto " A hibernação do monstro" de Manuel Leite Monteito, Professor da FCEE-Católica, publicado no caderno de economia do último Expresso.

 



Fevereiro 26 2007

                

      O desemprego continua a aumentar: já ultrapassou os 8%, a maior taxa nos último 20 anos!!!

      Quem se lembra dos célebres 150.000 novos postos de trabalho (e qualificados!) prometidos por José Sócrates?

             

 



Fevereiro 01 2007

      O Dr. Pinho é um defensor da produtividade e pratica-a!

      Quando o país se riu com os dislates que o Dr. Pinho proferiu de olhos em bico, não esteve com meias tintas e chamou forças de atraso aos sindicatos.

      Dr. Pinho: o Salazar também tinha a sua opinião. Por isso proibiu o sindicalismo livre e democrático e criou alguns sindicatos fantoches bem controlados pela policia politica.

      Viu-se o resultado para o país: cerca de 1 milhão e meio de emigrantes ilegais, esfomeados e analfabetos e o último lugar europeu, em indicadores sociais e culturais!

      Força Dr. Pinho! Proibia os sindicatos! Assuma e vote Salazar! (e que Deus ilumine o Eng.º que o desencantou da obscuridade em que vivia e o mande para embaixador naqueles organismos internacionais onde o Eng.º costuma esconder a tralha incómoda para o partido e para o governo!)

 

 


emgestaocorrente às 23:32

Fevereiro 01 2007

     O Dr. Pinho é um homem produtivo.

      Nunca diz um só disparate.

      Quando começa nunca mais acaba, até o Eng.º Sócrates o mandar calar, coisa que acontece por muito pouco tempo.

      Ainda soavam as gargalhadas das avenidas, já o Dr. Pinho tentava atrair os chineses para investirem em Portugal, aproveitando os nossos baixos salários.

      É verdade que temos salários muito inferiores à média europeia, mas são, pelo menos, 10 vezes maiores que os chineses e com regalias sociais que lá não existem!

      Como dizia um deputado do PCP, o Dr. Pinho tentava vender cubos de gelo a esquimós!

 


emgestaocorrente às 23:19

Fevereiro 01 2007

 

      O Dr. Pinho desde o inicio de funções tem sido um cromo desbocado.

      Nos últimos dois dias, de olhos em bico, ultrapassou as marcas.

      Dizer que as avenidas chinesas são iguais às americanas mas mais bonitas, arrumadas e limpas (!) poderá satisfazer o ego de um ou outro bimbo chinês que tenha tido a paciência de o ouvir (se é que alguém se deu ao trabalho de o traduzir). Mas, e os americanos?

      Não se esqueça, Dr. Pinho, que os States são nossos aliados, compram-nos muitos e mais caros produtos que os chineses e que lá vivem centenas de milhares de portugueses, quase todos perfeitamente integrados social e economicamente. É também de lá que vem a maior parte dos produtos tecnologicamente avançados.

      Na China são tolerados meia dúzia de portugueses, as nossas exportações são desprezíveis e o que nos vendem não passa de quinquilharia de feira, ainda por cima prejudicando os sectores da nossa indústria mais tradicionais (têxteis , calçado).

     

 


 

emgestaocorrente às 22:56

Janeiro 28 2007

 


 

Produtividade do trabalho baixa

e Portugal ocupa um dos últimos lugares da UE a 27

 

      Entre 1987 e 1995 a produtividade do trabalho, em Portugal, cresceu a uma média anual de 2,4%.

      Todavia, entre 2005 e 2006, esse crescimento foi apenas de 0,3 (no ano anterior tinha sido de 0,9%).

      Assim, Portugal ocupa, agora, o 3º lugar mais baixo no ranking deste indicador da União Europeia a 27 membros (UE 27); abaixo, apenas Espanha e Itália (governos socialistas).

      Note-se, no entanto, que apenas a Hungria teve um decréscimo semelhante a Portugal.

      Para quem faz do crescimento da produtividade uma batalha governamental está tudo dito...!

      Estes resultados integram o relatório do Conference Board (instituto norte americano) e são citados pelo Diário de Noticias de 24/01/2007.

   

 

emgestaocorrente às 12:37

Janeiro 23 2007

   

 

 

     Uma vez mais o sistema telefónico do 112 falhou; desta vez a falta de rede ocorreu em Lisboa e no Porto, durante uma hora, a meio da tarde de ontem.

      O 112 recebe à volta de 980.000 chamadas por ano.

      Cerca de 80% são chamadas abusivas, sendo uma grande parte "brincadeiras" (de mau gosto!) de "engraçadinhos" (portugueses, pobretes mas alegretes!).

      Um mau serviço para um mau povo, ou um mau povo com um mau serviço?

      O povo tem o governo que merece, ou o governo não merece melhor povo?

     

      (1º Publicação a 16/1/07)

 


 

emgestaocorrente às 10:58

Janeiro 22 2007

 

 

      O Eurostat, organismo estatístico da União Europeia, publicou hoje, em comunicado de imprensa (5/2007), a evolução do PIB Produto Interno Bruto) no 3º trimestre de 2006 nos países comunitários.

      Mais uma vez, Portugal ocupou o último lugar, apresentando uma evolução positiva de 1,5% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior, o que corresponde a metade do verificado na União a 27 (já com a Roménia e a Bulgária) que foi 3%!

      Refira-se que estes dois últimos países apresentaram evoluções positivas de 8,3 e 6,7%, respectivamente!

      Refira-se,  ainda, que outros países da antiga "cortina de ferro" -Lituânia e Letónia - apresentaram crescimentos de 7,1 e 11,8%, respectivamente!

      A nossa vizinha Espanha mais que duplicou o nosso crescimento, apresentando uma evolução positiva de 3,8%!

      Apetece voltar a perguntar ao Primeiro Ministro José Sócrates se não pode contratar ministros em Espanha, ou mesmo nos antigos países "comunistas", estes, decerto, muito mais baratos que os nossos.

      (1ª publicação a 11/1/07)

 


 

 


emgestaocorrente às 19:21

Janeiro 21 2007

 

      Segundo a OCDE, a Espanha, que já vai no 3º ano consecutivo de excedente orçamental, irá reduzir a divida pública de 50 para 35% do PIB, entre 2005 e 2010.

      Portugal, que mantém  enormes deficits orçamentais (o Tribunal de Contas não consegue determinar com precisão), pelo contrário, vai aumentá-la de 72 para 75% do PIB no mesmo período de tempo!

      Portugal será, mesmo, entre os 13 países do euro e naquele período de tempo, o único que continuará a aumentar a divida pública, expressa em percentagem do PIB.

      Mas será que o Primeiro Ministro José Sócrates , um pouco à semelhança do que Manuela Ferreira Leite fez para a Direcção-Geral de Contribuições e Impostos (com os resultados conhecidos), não poderá contratar um Ministro das Finanças espanhol, mesmo pagando as remunerações que por lá se praticam?

      Portugal e os portugueses agradeceriam!

      (1ª publicação a 7/1/07)

 

emgestaocorrente às 09:51

mais sobre mim
Fevereiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28


links
pesquisar
 
WEBOSCPE
Colocado a 1/10/2008
blogs SAPO