Em gestão corrente ...como o País...

Setembro 01 2007

     

   Ao passar pelo blogue Contra Capa clique para ver), visita praticamente diária, deparei com com o postal que abaixo se publica.

   Trata-se de uma fotografia da Praia do Camilo, em Lagos, misturada, em fotomontagem, com elefantes.

   A estupidez pirosa é por demais evidente.

   Mas vieram-me à memória histórias dos anos 60, já lá vão mais de 40 anos(!), relacionadas com aquela praia e com Lagos.

   Transcrevo, abaixo, e para memória futura, os comentários que então escrevi no blogue da minha jovem colega Cristina.

      

    

   

António Ventura disse...

Cara Colega Cristina:
   Se o governo gasta milhões para transformar o Algarve (originalmente Al-Gharbe, segundo suponho) em Allgarve, porque não um bimbo qualquer colar elefantes junto à Ponta da Piedade, por cima da Praia do Camilo?
   Outros bimbos os comprarão e não haverá prejuízo para o erário público...

     
   A propósito desta fotografia, como já disse da praia do Camilo, em Lagos, gostaria de lhe contar a seguinte história: na primeira metade dos anos 60, o único acesso a esta praia era de barco. Como era uma das preferidas dos putos liceais, como eu, só lá íamos a nado (a partir da D'Ana) ou por chata "tomada de empréstimo" numa das traineiras amigas.
   Numa das férias da Páscoa, acabadinho de chegar de Coimbra, os companheiros da altura, em grande excitação deram-me a grande novidade: já se podia ir ao Camilo por terra pois tinham arranjado uma corda suficientemente forte e comprida para, atada a uma figueira, podermos escorregar pela falésia até à praia.
   Assim se descobriu o caminho pedreste para o Camilo...

      
   Não querendo abusar da sua paciência, não resisto a contar outra história dessa década.
   Num domingo de manhã, eu e o Carlinhos Pestana, corríamos a cidade à procura de uma tenda (nesse tempo um bem escasso e caro)para irmos acampar para Armação de Pêra, onde tínhamos umas Dulcineias.
   Ao passarmos pela Câmara, onde hoje está o D. Sebastião do João Cutileiro, vimos o edificio aberto e engalanado.
   Com a curiosidade juvenil entrámos esubimos até ao salão nobre.
   Espanto: estava lá o "venerando" Almirante A. Tomás, o Presidente da Câmara, os regedores e outros figurantes, ao todo 30 a 40 pessoas.
   Cá em baixo no largo, a vendedora de pevides e um engraxador.
   No dia seguinte, "O Século" publicava, em 1ª página, uma fotografia do venerando a agradecer, na varanda da Câmara, a uma multidão de muitos milhares de pessoas que transbordavam do largo.
   Era uma nova versão do milagre da multiplicação dos peixes...

     
   Assim sendo porque não "colar" elefantes na praia do Camilo?
   Já estamos habituados a estas montagens fotográficas em Lagos...

     
   Bom fim de semana (pelos vistos não está de banco).
   Saudações cordiais.
   António Ventura


www.emgestaocorrente.blogs.sapo.pt

Sex Ago 31, 07:11:00 PM


obrigada António
"jovem colega "???? ahahah, era bom :)

beijinhos

(Antonio as letras fora das caixas roxas não se lêem..)

cristina a 2 de Setembro de 2007 às 22:22

mais sobre mim
Setembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
14
15

16
18
20
21

28
29



links
pesquisar
 
WEBOSCPE
Colocado a 1/10/2008
blogs SAPO