Em gestão corrente ...como o País...

Maio 23 2009
 

 

emgestaocorrente às 21:53

Não sei porquê mas lembrei-me do taxista (indignado) entrevistado sobre as cobranças excessivas nos serviços a partir do aeroporto : « Por amor de Deus, andar a chatear o pessoal por levar dois ou três euros a mais ! » Ou ainda do senhor entrevistado sobre a colocação de radares para controlo de velocidade : « acho mal, as multas são elevadas e o pessoal ganha pouco ! » Não lhes passou pela cabeça que respeitar a lei pode ser uma opção? Não sou fanático do cumprimento de regras mas haverá mínimos aceitáveis, digo eu. Enfim, parece que é tudo muito subjectivo mas a mim chateia-me se pagar 2 ou 3 euros acima do preço real por qualquer serviço que seja. Outra coisa que me faz lembrar é o ódio que parece gerar a DECO entre os comerciantes. A DECO que em 30 (salvo erro) estabelecimentos onde levou um televisor com um fusível de 50 cents danificado e numa avaria de fácil detecção, os montantes da reparação variaram entre os 50 e os 200 euros. Alguns dos "reparadores" devolviam o aparelho com as supostas peças que teriam sido substituídas. Quase que aposto que muitos destes senhores comentam com indignação no café do bairro os roubos dos "pilha galinhas" de serviço: os outros roubam, eles TRABALHAM !
Fulano a 24 de Maio de 2009 às 08:51

mais sobre mim
Maio 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

13
14
15
16

18
19
20
21
22

24
25
26
27
28
29
30

31


links
pesquisar
 
WEBOSCPE
Colocado a 1/10/2008
blogs SAPO