Em gestão corrente ...como o País...

Maio 10 2009

   Do indispensável "A ver o mundo", um post de Jorge Carreira Maia. A não perder!

O país do medo

 


   Manuela Ferreira Leite disse, no almoço comemorativo dos 35 anos do PSD, que hoje se vive de novo um clima de medo em Portugal.
   Medo de perder o emprego, medo de perder o negócio. Será pena que os portugueses julguem que esta denúncia de inscreve apenas no quadro da luta partidária. Não inscreve.
   O que a líder do PSD diz começa a ser o retrato de um país sufocado e subjugado pelo poder.
   Se olharmos para as escolas, por exemplo, descobrimos que, assim que o novo modelo de gestão estiver em vigor, não haverá professor que faça uma crítica ao director escolhido, à gestão da escola, aos modelos pedagógicos em vigor, à qualidade científica do que se faz.
   As escolas, mas estas são apenas um exemplo do que se passa nos resto das instituições, vão ser o lugar de um corpo docente domesticado, medroso, de joelho dobrado pelos novos poderes instituídos. Mais, em breve, todos esses poderes estarão controlados pelas câmaras municipais.
   A liberdade de ensino está moribunda em Portugal.
   O Partido Socialista não teve o mínimo pejo de fazer isto na educação. Nem um estremecimento perpassou naquelas consciências.
   Quando o corpo docente deixa de ser constituído por homens e mulheres livres, como poderão os professores formar, modelar com o seu exemplo, os futuros homens e mulheres livres? E se as novas gerações não são formados no exemplo da liberdade, que país e sociedade livre e responsável se espera para o futuro?
   Mas as escolas são apenas um exemplo, repito.
   É provável até que a Dr.ª Manuela Ferreira Leite nem perceba a profundidade do mal que se está a instalar no país.
 

 

emgestaocorrente às 16:05

mais sobre mim
Maio 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

13
14
15
16

18
19
20
21
22

24
25
26
27
28
29
30

31


links
pesquisar
 
WEBOSCPE
Colocado a 1/10/2008
blogs SAPO