Em gestão corrente ...como o País...

Janeiro 05 2009

        

   Via "Blasfémias", um vídeo que arrepia: "membros do Hamas chacinam os líderes da Administração da Fatha (OLP) em Gaza, após tomarem o poder pela força em Junho de 2007 ".

 

   A minha simpatia por Israel é nula, mas depois de ver este vídeo, em que elementos do Hamas chacinam, a sangue frio, membros (palestinianos, também!!!) da Fatha, desejo que a acção militar israelita consiga destruir o Hamas.

   E que dizer das forças políticas da "esquerda" portuguesa que apoiam, sem problemas de consciência, estes asassinos do Hamas?

   

 

 

 

  

  

emgestaocorrente às 19:29

A tua simpatia por Israel é nula? Então a minha simpatica é deveras negativa. Falas nos assassinos do Hamas mas porque é que não mencionas os assassinos de Israel? Matam mais gente. Estão num pais que não é nem nunca foi deles. Invadem uma parte de um pais. Têm soberania terrestre, aerea e marítima de um pais que não o seu. Tu queres a destruição do Hamas? Então eu quero a destruição de Israel. E quando digo destruição não tou a quero com mortes e violência. Quero a abolição do estado de israel e a devolução da soberania de todo o território á Palestina que a ele tem direito.

Bom ano 2009 e paz no mundo
abarço
Jim de la Rocque a 5 de Janeiro de 2009 às 23:00

Numa guerra prolongada e cruel (e haverá guerras que não sejam crueis?) "todos ralham e ninguém tem razão".
Também neste caso não há inocentes!
E o direito a ter um país não é exclusivo do povo palestiniano mas também do povo israelita!
O que mais impressiona neste vídeo é o assassínio, a sangue frio, de cidadãos do próprio povo palestiniano, por assassinos do hamas (também palestinianos).
Portanto, a "luta" do hamas não é por uma pátria mas a conquista, a qualquer preço, de um território só para o seu gang!
António Ventura

"E o direito a ter um país não é exclusivo do povo palestiniano mas também do povo israelita!"

Se um pais qualquer ocupasse metade de Portugal e dissesse que essa parte agora era deles tinham esse direito? Então com que direito têm os israelitas de ali chegarem e criarem um estado deles? E não me digas que estiveram lá primeiro que os palestiniano pq simplesmente não é verdade.
Quanto ao vdeo...nda a dizer claro! Violência é violência e não há volta a dar.

Abraço

mais sobre mim
Janeiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
16

20
21

25
31


links
pesquisar
 
WEBOSCPE
Colocado a 1/10/2008
blogs SAPO