Em gestão corrente ...como o País...

Maio 31 2007

      

      "Um Estado que queira prover a tudo e tudo açambarque, torna-se no fim de contas uma instância burocrática, que não pode assegurar o essencial de que o homem sofredor - todo o homem - tem necessidade: a amorosa dedicação pessoal. Não precisamos de um Estado que regule e domine tudo, mas de um Estado que generosamente reconheça e apoie, segundo o principio da subsidiariedade , as iniciativas que nascem das diversas forças sociais e conjugam espontaneidade e proximidade aos homens carecidos de ajuda."

   

      Papa Bento XVI, Encíclica "Deus caritas est ", Dezembro de 2005.

    

      Citação retirada da coluna de opinião "Regionalização centralizada" de Paulo Mendo (" O Primeiro de Janeiro", 31 de Maio de 2007).

      O Dr. Paulo Mendo foi Ministro da Saúde no último Governo do Prof. Cavaco Silva e publica uma coluna de opinião no jornal "O Primeiro de Janeiro" às 5ª feiras.

      A de hoje, excelente como sempre, tem como tema a regionalização exigida pelo PS sempre que est á na oposição e que se transforma em feroz centralização sempre que apanha o poder.

    

      Para ler tudo, clique em baixo

www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=9bf31c7ff062936a96d3c8bd1f8f2ff3&subsec=&id=...

    

 


 


Maio 31 2007

          

Há uma ave que rompe do teu corpo

e desaparece a voar.

Gaivota, andorinha, cotovia?

Veio beber e soltou-se.

Deixa uma ânsia latente

a estremecer no ar.

    

   

João José Cochofel

in "Obra Poética"

  

 


 

emgestaocorrente às 23:28

Maio 29 2007

            

      Uma mulher de 75 anos, residente em Melgaço, foi a uma consulta do IPO do Porto em Outubro de 2005.

      Aproveitou para comprar (segundo a própria), roubar (segundo o Lidl), um boião de creme no valor de 3,99 €.

      O Lidl meteu processo em tribunal (por menos de 4€ !!!).

      O julgamento decorre no Porto.

      Na 1ª sessão foi ouvida a arguida e uma testemunha de acusação.

      A 2ª sessão terá lugar a 13 de Junho e nela serão visionadas as imagens de vídeo do circuito interno do Lidl, bem como os registos das caixas registadoras desse dia.

      O advogado oficioso pediu dispensa de comparência da arguida pois teria que se deslocar no comboio do dia anterior e, recorde-se, tem 75 anos.

      O Juiz e o Delegado, apesar de mostrarem alguma benevolência de atitude, não dispensaram a sua presença.

      O Lidl não pede indemnização, mas também não desiste da queixa.

      Haverá uma 3ª sessão para leitura da sentença.

      Assim o país gastou, pelo menos:

  • o trabalho de um advogado de acusação não só para meter a acção como para estar presente nas 3 sessões do julgamento; 
  • o trabalho de um Delegado e de pelo menos 1 funcionário do Ministério Público para deduzir a acusação e estar presente nas 3 sessões do julgamento;
  • o trabalho de um Juiz para apreciar o processo, estar nas 3 sessões e fazer a sentença;
  • o trabalho de um advogado de defesa para conhecer o processo e nele intervir bem como estar presente nas 3 sessões;
  • viagens da idosa, na véspera das sessões, dormir nas escadas do Tribunal e voltar para Melgaço;
  • trabalhos vários e de vários funcionários judiciais para as diligências necessárias.

      Isto é, o país não gastou menos de muitos milhares de € (dezenas de milhares?), por causa de um boião de 3,99€ !!!

      Não há orçamento de Estado, não há produtividade que resista!

    

      (Este post foi escrito com base numa reportagem de Paula Ferreira publicado no Diário de Noticias de 24/5/2007)

     


 

     


Maio 29 2007

      Na passada 5ª feira publiquei um post, rapinado do blogue "Blasfémias", que mostrava o deserto da margem sul do Tejo (a dobrar porque era depois de almoço); na altura muitos leitores não acreditaram, pensando tratar-se de uma fotomontagem.

      Para que não subsistam dúvidas, publica-se uma fotografia que prova, definitivamente, que a margem sul é um deserto: 2 beduínos (também conhecidos por "alentejanos ") dirigem-se da Cova da Piedade para Almada onde alguns familiares possuem tenda, uma criação de carneiros e alguns camelos amestrados ("os linos estalinistas").

       

         

 

Fotografia rapinada a Fernando Quintino Estevão (www.1000imagens.com)

 


 


Maio 29 2007

        

      Do Blogue "A a Z" (www.aaz-nj.blogspot.com), do poeta Nuno Júdice , rapinei este magnifico poema.

      Com a devida vénia.                   

             

Sexta-feira, Maio 18, 2007

Cantiga

 



É pelo teu rosto em que as marés passam,
pelos teus lábios em que voam gaivotas,
pelos teus dedos em que a luz perpassa,
pelos teus olhos que me traçam as rotas,

que este barco encontra o caminho,
que este dia descobre que não é tarde,
que as palavras se bebem como vinho,
e o fogo não queima quando arde.

É no que me dizes quando a noite fala,
no que perdura da manhã que se esquece,
no que é dito em tudo o que se cala,
e não precisa de ser dito quando amanhece.

Pode ser o amor tantas vezes sentido,
ou só aquilo que vive no coração,
pode ser o que pensava ter esquecido,
e regressa agora pela tua mão.

Quantas vezes já foi primavera,
e logo aí as flores morreram:
até ao dia em que nada ficou como era,
e todas as folhas mortas reverdeceram.


 


emgestaocorrente às 19:40

Maio 28 2007

 

             José António Barreiros, conhecido advogado, escreveu hoje no seu blogue  

             (www.revoltadaspalavras.blogspot.com

             o magnífico post que a seguir, e com a devida vénia, se transcreve:

28.5.07

Acção de graças

 
«Graças aos protestos dos verdadeiros democratas e à atmosfera de hostilidade que desses projectos se havia formado, surgiu a revolta militar do 28 de Maio». A frase não pertence a um rançoso fascista, mas sim ao lídimo democrata António Sérgio.
Claro que o dito terá nascido de uma ilusão funesta. Mas a História é feita disto, de gente iludida e de gente que ilude. Mais tarde, nas falsificações grosseiras e maniqueístas, com que os avençados de serviço a reescrevem, é que só há anjos de um lado e demónios do outro.
Um dia as gerações futuras, quando largarem a TV e as consolas mais seus jogos de alienação e voltarem a querer saber do mundo real em que vegetam, descobrirão a vigarice, aquela com que a nossa cobardia convive e o atrevimento de meia-dúzia fomenta.

 


 


Maio 24 2007

    

      Para ouvir clique no link          

      http://pwp.netcabo.pt/bicles/cc2.mp3

      Pode continuar a ler o blogue enquanto ouve a música desde que minimize a janela do Windows Media Player.

       


emgestaocorrente às 23:17
Tags:

Maio 24 2007

           

      Sou funcionário público, e antes que alguma directora regional me suspenda, apresso-me a sugerir ao Ministro Mário Lino a localização definitiva do novo aeroporto de Lisboa reunindo todas as condições requeridas por aquele ministro após almoçar.

      Assim, o novo aeroporto deve ser construído no tabuleiro central da Avenida da Liberdade.

      Tem hotéis , lojas, população e hospitais nas imediações!

      E o impagável Dr. Almeida Santos  fica mais descansado; não consta que exista nenhuma ponte naquela avenida que possa ser dinamitada!

   

 


 

     


Maio 24 2007

    

     O Blasfémias (www.ablasfemia.blogspot.com)  publica hoje a fotografia que mostra, sem sofismas, a verdadeira face da margem sul do Tejo.

     Esta fotografia foi cedida pelo impagável Mário Lino, cromo que ocupa a pasta das Obras Púlicas e que foi estalinista até às vésperas do PS lhe dar tacho, cama e roupa lavada.

     A reter: Mário Lino é engenheiro civil e está inscrito na Ordem dos Engenheiros, ainda não foi suspenso pela directora da DREN e considerou a margem sul faraónica e um deserto, após ter almoçado (!).

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 


Maio 24 2007

          

       O Sr. Marques Belo, nosso leitor em Alpalhão (Nisa), enviou-nos esta fotografia de um campo de futebol entre Extremoz e Sousel.

        As redes e as marcações já desapareceram há anos.

      As flores ocuparam o terreno que os desportistas abandonaram rumo a Espanha, Alemanha ou Inglaterra ou qualquer outro sitio onde possam ganhar a vida.

       A pátria é uma madrasta para os portugueses e o centralismo bonapartista do Terreiro do Paço está-se nas tintas para o interior.

       As oliveiras definham de solidão.

      Ao menos, como diz o nosso leitor, neste campo não há jogos sujos, nem insultos, nem expulsões.

  

 


emgestaocorrente às 20:44

Maio 24 2007

             

Sinopse do livro "Inquietude" de Maria Tersa Horta, Edições Quasi

                  

        

DESATO Às vezes invento outras vezes desgraço Desbravo os sentidos

castigo ou desato Deponho o que sei acrescento o que faço Às vezes

construo outras vezes desfaço


Maio 23 2007

       

      O Professor Freitas do Amaral despediu-se ontem da vida universitária dando a última aula na Reitoria da Universidade Nova.

      Um dos assuntos abordados foi o da regionalização.

      A tese que apresentou foi, no essencial, a seguinte:

  • A regionalização é um imperativo constitucional;
  • A Constituição foi aprovada por todos os partidos (abstenção do CDS);
  • Até agora, tirando um referendo (com a marca das guterrices), nada foi feito para cumprir a Constituição;
  • Assim, ou se avança para a regionalização ou se revê a Constituição, retirando da lei fundamental aquele imperativo.

      Finalmente, ao fim de muitos anos, estou de acordo com Freitas do Amaral.

            



Maio 23 2007

              

      Jorge Carreira Maia, professor do ensino secundário em Torres Novas, tem vindo a publicar no seu blogue (www.averomundo-jcm.blogspot.com) alguns poemas sobre o tempo e a sua passagem, tendo como pano de fundo Cardilium (villa romana) na periferia da cidade.

      Poesia densa, com um toque nostálgico de classicismo, acentuado pelo tema - os efeitos do passar do tempo, mas com uma linguagem moderna e actual a merecer uma leitura atenta e demorada.

      Pela sua qualidade, transcrevemos o último poema da série, com a devida vénia.

             

Cardílio XXIV

Nestas pedras tão rasas, o meu corpo
A tua carne deseja e, na brancura
De teus dedos, o rosto se suspende
Do voo mudo dos séculos. Efémero

Tijolo sob as ancas te sustenta,
Te rouba à gravidade e te suspende,
Na passagem de minhas mãos em alva
Face já pelo Outono cariada.

Na cicatriz dos gestos, na passagem
Oculta dessas mãos, abre-se o mundo
À névoa branca e fétida das pétalas

Em decomposição. Caminharemos
Pelas ruínas dos dias e abraçados
Deixaremos os campos, rios e as águas.

    

 

 


emgestaocorrente às 20:48

Maio 23 2007

      Sobre a maneira como um média (sob controle governamental) noticiou o caso do professor do Porto vitima de uma girl  ávida de mostrar serviço ao "Eng.º" que a nomeou, José Pacheco Pereira publicou no seu blogue ( www.abrupto.blogspot.com ) o texto que a seguir se reproduz, com a devida vénia.

      

(JPP)

LENDO
VENDO
OUVINDO

ÁTOMOS E BITS

de 22 de Maio de 2007


RTP, noticiário das 13 horas: uma pequena peça sobre o processo do professor do Porto que disse uma frase jocosa sobre José Sócrates e foi punido pela zelosa DREN, uma conhecida militante do PS do Porto. A peça estava escrita numa linguagem um pouco confusa e usava um vocabulário bizarro, sempre á volta de um inuendo: o que o professor disse terá sido mais grave do que o que se diz que ele disse. O inuendo é sugestivo, a linguagem rebuscada da peça pode ser apenas incompetência. O que não é incompetência é a frase com que se termina e que aqui reproduzo ipsis verbis: "o professor não quer falar sobre o assunto porque provavelmente já falou demais." Interessante "jornalismo"...

     

(ver, também, o nosso post de ontem "Prémio Salazarismo Sem Salazar")

          

 


 

 


Maio 22 2007

    

      Parece que um professor do Porto, Fernando Charrua, terá dito umas piadas sobre a célebre e cada vez mais estranha "licenciatura" em Engenharia do Primeiro Ministro José Sócrates.

      Nada que a grande maioria dos portugueses não tenha já feito.

      O azar desse professor é que a sua chefia hierárquica, uma girl do socratismo (mais papista que o papa), ouviu; imediatamente lhe levantou um processo disciplinar e suspendeu-o de funções!

      Se isto não é salazarismo, o que é?

       PS: 

  1. O professor já foi deputado pelo PSD, embora com o estatuto de independente; coincidências ...!
  2. O Ministro Mário Lino, o "otário" estalinista até às vésperas do PS lhe dar tacho e cama lavada, já tinha dito em público, em Alcobaça, durante o Congresso do Oeste uma piada sobre a licenciatura do seu chefe  ainda não foi demitido!

                           


 

emgestaocorrente às 22:26

Maio 22 2007

     

      Jorge Sampaio, ex-Presidente da República, ex-Presidente da Câmara de Lisboa e ex-Secretário Geral do PS (entre 2 viagens ao mundo para salvação dos tuberculosos) com aquele ar de bom rapaz dos anos sessenta (make love, not war - a caminho de S. Francisco com flores no cabelo) apelou ao voto em massa no candidato do PS para as intercalares do municipio de Lisboa.

      O grande argumento utilizado é que as eleições se destinam apenas ao executivo camarário, não estando em causa o Governo.

      Para além deste argumento pressupôr bastante medo sobre o sentimento popular em relação à actividade governativa, constitui uma autêntica mistificação politica em que, aliás, o PS e Jorge Sampaio sempre foram mestres.

       Assim:

  1. O candidato PS, Dr. António Costa, não é (era) a 2ª figura do governo José Sócrates?
  2. António Costa não é o principal co-responsável pela subida impiedosa de todos os impostos? Pela maior taxa de desemprego nos últimos 20 anos? Pela brutal baixa de poder de compra da população? Pela maior distanciação do país em relação ao desenvolvimento médio da Europa?
  3. António Costa não é o principal responsável pela expoliação financeira das autarquias?
  4. António Costa não foi Ministro (e dos principais!) do descalabro guterrista que levou o país a uma situação pantanosa (palavras do próprio Guterres ao fugir para uma gaiola dourada, fazendo, aliás, escola no seu seguidor)?
  5. António Costa, enquanto Ministro da Justiça do consulado Guterres, não foi um dos principais responsáveis pelo descalabro da justiça portuguesa, hoje geralmente considerado o mais ineficiente serviço público do Estado Português?
  6. António Costa, enquanto membro do governo Guterres e apoiante de João Soares, não é um dos principais responsáveis pela divida da Câmara de Lisboa, que tem como principal origem a herança da Expo e a administração soarista?

      Então e o nosso bonacheirão Jorge Sampaio quer apresentar o Dr. António Costa como uma virginal água bacteriologicamente pura?

      E pensa que os eleitores alfacinhas andam a dormir?

      "Olhe que não", Dr. Jorge Sampaio!

    

 


 


Maio 22 2007

            

      A AESE, Escola de Direcção e Negócios, em colaboração com o IESE (Instituto de Estudos Superiores de Economia) de Barcelona e a Universidade de Navarra ministra várias pós-graduações de excelência; é muito conceituado o MBA, o PADE, o PDE e, últimamente, o PADIS (Programa de Alta Direcção de Instituições de Saúde). -

      O PADIS tem 2 edições anuais: a primeira inicia-se em Abril nas magnificas instalações da AESE em Lisboa e a segunda em Outubro no Porto.

      Tive a honra, o proveito e o prazer de frequentar o IV PADIS, o ano passado. Na altura foi-me impossível, por razões profissionais, fazer a visita à Clinica Universitária de Navarra, visita que integra a parte curricular do PADIS.

      Acompanhei agora, nessa visita, os elementos que frequentam o VI PADIS.

      Os 4 posts que se seguem apresentam algumas das fotografias tiradas durante esta visita.

      Uma saudação a todos os elementos do PADIS e cumprimentos especiais aos professores da AESE que nos acompanharam: o indispensável Dr. José Fonseca Pires e o calmo e atento Eng.º Vasco Bordado.

     

 

 



Maio 21 2007

                 

 

        Algumas Faculdades:

   

           1. A Faculdade de Comunicação Social (de "Periodismo")

                   

              

             

      2. A Faculdade de Arquitectura  

                                        

              

                

                     

         3. A Faculdade de Direito e a Biblioteca Geral

   

       

 

                       

      No final da tarde, e já depois de acabarem as aulas, os estúdios de rádio e de televisão, bem como as redacções e os gabinetes gráficos, fervilhavam de jovens a trabalharem na rádio e no canal de televisão da Universidade, bem como a realizarem trabalhos integrados nos seus programas escolares e curriculares.

      Também na Faculdade de Arquitectura, se realizava um exame escrito, em sala de paredes de vidro e de porta aberta. Na outra fotografia aparece uma sala em que os alunos, já depois das aulas, realizavam projectos e  maquetes.

    

     

 

 


emgestaocorrente às 23:43

Maio 21 2007

            

      Alguns equipamentos sociais:

                    

         1. O Colégio Mayor (residência para 400 estudantes, membros da Opus Dei)

             

  

           

           

         2. Uma das novas residências para os outros estudantes

               

         

            

         3. O refeitório geral, junto ao rio límpido (!) que serpenteia ao longo do Campus  Universitário

                   

    

                    

 

 


emgestaocorrente às 22:58

Maio 21 2007

 

      A Reitoria e o Salão Nobre

 

 

 

 

      O Campus Universitário

 

 

 


 

emgestaocorrente às 22:46

mais sobre mim
Maio 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
25
26

27
30


links
pesquisar
 
WEBOSCPE
Colocado a 1/10/2008
subscrever feeds
blogs SAPO