Em gestão corrente ...como o País...

Fevereiro 03 2007

 

 

                                

      Para ouvir clique neste endereço:  www.cister.fm/index.php .

      Depois escolha Arquivo e clique em Programas.

      Escolha      2007-02-03                 e clique nas reticências (...)

                            13:00:00          ...

 

      Aparecem os símbolos      Clique para ver o conteúdo.  Clique para ver o conteúdo.  por baixo da fotografia.
      Clique 1º no símbolo da esquerda para ouvir a 1ª parte da entrevista e depois no símbolo da direita para a 2ª parte. Espere alguns momentos para dar tempo para carregar os MB necessários.

  


 

emgestaocorrente às 21:49

Fevereiro 03 2007

                

      Mortalidade Infantil cada vez mais baixa

                     

      Na publicação referida no post anterior, a Direcção-Geral da Saúde também publicou os números referentes às taxas de mortalidade  infantil no período 2001/2005.

      Esta taxa, que já apresentava valores notavelmente positivos, melhorou ainda mais, passando de 4,9 em 2001 para 3,5 em 2005, o que coloca Portugal nos primeiros lugares a nível mundial, bem à frente de países muito mais desenvolvidos, como a Inglaterra e os Estados Unidos da América.

      Esta taxa, de que nos devemos sentir orgulhosos, demonstra que os médicos portugueses e o Serviço Nacional de Saúde (que tanta gente gosta de denegrir) são, afinal pessoas e instituições estimáveis, competentes e que trabalham bem.

      Uma saudação especial para o papel fundamental desempenhado pela Comissão Nacional Materno Infantil, tantos anos dirigida pelo Prof. Albino Aroso, e para os ministros da saúde que, neste aspecto, ouviram e seguiram os conselhos de quem sabia, em vez de adoptarem, como habitualmente, uma atitude autista e vaziamente arrogante.

 

 


 

            

emgestaocorrente às 21:07

Fevereiro 03 2007

       

      Taxas de natalidade cada vez mais baixas

               

      A Direcção-Geral da Saúde publicou , esta semana, no seu site (www.dgs.pt), as taxas de natalidade verificadas no nosso país no período de 2001/2005.     

      A taxa já de si muito baixa (11,0 em 2001), passou para 10,4 em 2005, o que implica a impossibilidade de renovação demográfica e põe em causa  o futuro do país com população própria.

      Em termos de distribuição geográfica, a região  com maior taxa de natalidade em 2005 foi a dos Açores (12,5) e o distrito com menor taxa foi o de Bragança (6,8).


                             

emgestaocorrente às 20:10

Fevereiro 03 2007

        

Tacteio à minha

volta

e é só fulgor

      

Tento deslumbrar

o sol que cega

      

Demoro-me demasiado

no calor

        

Para a minha sede

nenhuma água chega

       

Maria Teresa Horta,

in "Só de amor"

 


 

emgestaocorrente às 19:59

Fevereiro 03 2007

 

 

 


 

emgestaocorrente às 19:36

Fevereiro 03 2007

Do beijo fica um sabor,

do sabor uma lembrança,

um vento leve, uma espuma.

 

Do beijo fica um sereno

olhar, o amor de coisas

minúsculas e humildes,

um pássaro que vai e vem

da nossa boca às palavras.

Do beijo fica, suprema,

a descoberta da morte.

Um vento leve, uma espuma

salgada, à flor dos lábios.

 

Fernando Assis Pacheco,

in  "Musa Irregular"

 


 

emgestaocorrente às 19:12

Fevereiro 03 2007

 

 

 


 

emgestaocorrente às 19:04

Fevereiro 03 2007

 

Como se fosse de linho doce

com que me cubro e adormeço

ou pássaro que cantando fosse

árvore de vento com que estremeço

 

como se fosse na manhã silente

cristal soprado na noite fria

ou ar de neve luz transparente

com o que o teu rosto inaugura o dia

 

Luis Pignatelli

in "Obra Poética", 1999

 


emgestaocorrente às 18:38

mais sobre mim
Fevereiro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
12
13
15
17

18
19
20
21



links
pesquisar
 
WEBOSCPE
Colocado a 1/10/2008
subscrever feeds
blogs SAPO