Em gestão corrente ...como o País...

Novembro 18 2008

   

   Rapinado, claro!, do "Corte na Aldeia":  

Deve andar perto uma mulher

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
 
 
 
 
São demais os perigos desta vida pra quem tem paixão
Principalmente quando uma lua chega de repente
E se deixa no céu, como esquecida
E se ao luar que atua desvairado
Vem se unir uma musica qualquer
Aí então é preciso ter cuidado
Porque deve andar perto uma mulher
Deve andar perto uma mulher que é feita
De música, luar e sentimento
E que a vida não quer de tão perfeita
Uma mulher que é como a própria lua:
Tão linda que só espalha sofrimento
Tão cheia de pudor que vive nua

 
Vinicius de Moraes
 

 

emgestaocorrente às 22:08

sempre uma excelente escolha de poemas e de autores. Parabéns .Vale a pena visitar este canto tão bem feito.
Peter a 19 de Novembro de 2008 às 11:52

Obrigado pelas palavras tão amáveis.
Espero continuar a merecer a sua visita.
Espero, no fim de semana, com calma, vistar os seus blogues.
Saudações cordiais.
António Ventura
emgestaocorrente a 19 de Novembro de 2008 às 23:34

Palavras doces com Sentimentos expressados!!
Vinicius de Morais GRANDE Homem brasileiro
que expressa sentimentos de maneiras diferentes
e muito sentimental!!

Continui com Elee..Vc's sóh tem a Ganhar!!
Dynanzin a 28 de Novembro de 2008 às 03:18

Tem toda a razão.
Obrigado pela sua visita.
António Ventura

Excelente poema de Vinícius, para quem a mulher está sempre presente! Muito obrigado pela partilha. Adoro Vinícius
dalila a 17 de Maio de 2009 às 17:48

mais sobre mim
Novembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
13
14

20
21
22

24
25
26
28



links
pesquisar
 
WEBOSCPE
Colocado a 1/10/2008
blogs SAPO