Em gestão corrente ...como o País...

Novembro 02 2008

 

   Sócrates, pela enésima vez, declarou que o Estado ia pagar as dividas e, pela enésima vez, prometeu começar a pagar a tempo e horas.

   Ninguém, nem o próprio governo, sabe quanto é que o estado deve a empresas e particulares.

   Fala-se em 2.500 milhões de €.

   Mas entre administração central, regional, local e institutos e empresas públicas, aquele valor deve ser multiplicado por um x que ninguém consegue calcular.

   Só os hospitais e só em medicamentos a divida já vai em perto de 800 milhões de €!

   A verdade é que, apesar das tonitruantes declarações do anterior ministro, Correia de Campos, e das promessas do primeiro ministro, a divida vai subindo e o tempo de divida também.

   Não virá longe o dia em que Sócrates não caberá nas portas, tão longo será o se nariz!

    


 

emgestaocorrente às 20:28

mais sobre mim
Novembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
13
14

20
21
22

24
25
26
28



links
pesquisar
 
WEBOSCPE
Colocado a 1/10/2008
blogs SAPO