Em gestão corrente ...como o País...

Fevereiro 09 2007

     

      Mais uma vez o Dr. M. Mendes começa bem e acaba mal.

      Inicialmente, declarou que o partido não tinha posição oficial no referendo ficando a decisão à consciência individual de cada militante; e pelo que se vê, o PSD está partido a meio.

      Depois declarou que a sua decisão individual era de votar não.

      Até aqui tudo bem.

      O pior veio depois: meteu-se na campanha pelo não, aparecendo todos os dias na televisão a visitar pequenas iniciativas caridosas que ao fim e ao cabo nada resolvem e entregou os tempos de propaganda do partido, exclusivamente, aos partidários do não!

      E assim ficou de mal com Deus e com o Diabo: os do "sim" não se esquecerão e estes "chico-espertismos" à bimbo português pagam-se caro no futuro, tanto mais que a vitória do sim parece certo; os do "não" nunca lhe perdoarão a falta de posição oficial do partido e sempre o irão acusar de falta de coragem, com o Prof. das homilias dominicais à cabeça e sempre à espera de voltar à liderança!

     

 

 


emgestaocorrente às 21:14

mais sobre mim
Fevereiro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
12
13
15
17

18
19
20
21



links
pesquisar
 
WEBOSCPE
Colocado a 1/10/2008
blogs SAPO