Em gestão corrente ...como o País...

Maio 11 2008

 

Através do "Bicho Carpinteiro", conheci o "Corte na aldeia" donde retirei, com a devida vénia, este post.

      

Coisas dignas de castigo

           

 


Nenhum corpo mais lácteo e sem defeito,
mais róseo, escultural, ou feminino,
pode igualar-se o seu branco e divino
imóvel, nu, sobre o comprido leito! -

Nada se lhe iguala! - O ferro do assassino
podia, hoje, matá-la, que o meu peito
seria o esquife embalsamado e fino
daquele corpo sem rival, perfeito.

Por isso é muito altiva e apetecida.
E o gozo sensual de a ver vencida
há-de ser forte, estranho, singular...

Como o das coisas dignas de castigo
- ou qual amante sarcedote antigo,
derrubando uma deusa de um altar.


Gomes Leal
           

emgestaocorrente às 16:17

mais sobre mim
Maio 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

14

20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


links
pesquisar
 
WEBOSCPE
Colocado a 1/10/2008
blogs SAPO