Em gestão corrente ...como o País...

Março 03 2008

  

  A RDP (propriedade do Estado) possui uma estação de rádio - a Antena 3 - que por ser do Estado e prestar um serviço público, não emite publicidade.

  A RDP (propriedade do Estado) possui uma estação de rádio - a Antena 2 - que por ser do Estado e prestar um serviço público, não emite publicidade.

  A RDP (propriedade do Estado) possui uma estação de rádio - a Antena 1 - que por ser do Estado e prestar um serviço público, não emite publicidade.

  A RTP (propriedade do Estado) possui um canal de televisão - a RTP2  - que por ser do Estado e prestar um serviço público, não emite publicidade.

  A RTP (propriedade do Estado) possui um canal de televisão - a RTP1  - que por ser do Estado, prestar um serviço público e ser subsidiada por milhões e milhões de €, emite tanta ou mais publicidade que os canais privados que vivem única e exclusivamente das receitas publicitárias!

    Isto faz algum sentido?

   Luís Filipe Meneses, líder do PSD, em entrevista na SIC Noticias, afirmou que se vencesse as eleições retiraria a publicidade da RTP 1.

   Caiu o Carmo e a Trindade sobre as suas declarações.

   O PCP e o Bloco de Esquerda enfureceram-se; pelos vistos ficaram posessos por a Coca-Cola e as outras empresas "capitalistas, monopolistas e imperialistas!" não poderem propagandearem os seus produtos na televisão do Estado!

    O PS disse as banalidades do costume com a arrogância do costume (copiada do Sr. "Eng.º").

    Os contribuintes continuarão a pagar a pesada factura da conpensação pelo "serviço público" e ainda terão de suportar os infindáveis blocos publicitários com que a RTP 1 os brinda a todo o momento.

   Nesta história, onde é que está a loura?

    

 


emgestaocorrente às 19:05

mais sobre mim
Março 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13
14
15

16
17
18
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


links
pesquisar
 
WEBOSCPE
Colocado a 1/10/2008
blogs SAPO