Em gestão corrente ...como o País...

Fevereiro 08 2008

          

       

Estrela do mar

    

Numa noite em que o céu tinha um brilho mais forte

e em que o sono parecia disposto a não vir

fui estender-me na praia sozinho ao relento

e ali longe do tempo acabei por dormir

    

Acordei com o toque suave de um beijo

e uma cara sardenta encheu-me o olhar

ainda meio a sonhar perguntei-lhe quem era

ela riu-se e disse baixinho: estrela do mar

    

Sou a estrela do mar

só a ele obedeço, só ele me conhece

só ele sabe quem sou no principio e no fim

só a ele sou fiel e é ele quem me protege

  

Quando alguém quer à força

ser dono de mim

  

Não sei se era maior o desejo ou o espanto

mas sei que por instantes deixei de pensar

uma chama invisível incendiou-me o peito

qualquer coisa impossível fez-me acreditar

      

Em silêncio trocámos segredos e abraços

inscrevemos no espaço um novo alfabeto

já passaram mil anos sobre o nosso encontro

mas mil anos são pouco ou nada para a estrela do mar  

         

Vídeo de 1991

 


 

 

 

emgestaocorrente às 22:34

Olá!
Tem bom gosto!
O Jorge Palma é realmente um grande artista e esta é uma canção que ele toca sempre nos concertos!
E mesmo qd está alcoolizado, sai sempre bem, até com os olhos fechados!
Até pra semana!
Gostei do blog

Joana Azevedo a 28 de Abril de 2009 às 22:39

mais sobre mim
Fevereiro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
12
14

17
19
20
21
22
23

24
25
26
27
29


links
pesquisar
 
WEBOSCPE
Colocado a 1/10/2008
blogs SAPO