Em gestão corrente ...como o País...

Janeiro 28 2008

              

  

Este fim de semana fui ao sótão e dei de caras com a colecção de discos em vinil,

já cheios de pó mas ainda com aquele charme que as capas lhes conferiam

e que os pequenos CDs não conseguem dar-nos.

Relembrei cantores e, principalmente, cantautores já caídos em esquecimento.

Entre eles, este trovador ferozmente individualista,

quase sempre ele sózinho, a sua guitarra, a sua voz e os seus poemas

(ou de grandes poetas contemporâneos).

As músicas e a voz um pouco monocórdicas, a palavra quase sempre muito sarcástica

mas, simultâneamente, ternurenta.

Com os discos apreendidos pela policia politica, vá-se lá saber porquê,

é uma saudade dos meus anos sesenta.

Aqui o apresento aos meus leitores que, na sua maioria, não são desses tempos.

        


emgestaocorrente às 19:00

mais sobre mim
Janeiro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11

16
17

22
23
24
25

29
31


links
pesquisar
 
WEBOSCPE
Colocado a 1/10/2008
blogs SAPO